quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Deputado da oposição diz que aposta "cegamente" em candidatura de Ricardo Coutinho ao Senado

Deputado da oposição diz que aposta
Ex-líder da oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba, O deputado estadual Renato Gadelha (PSC), aposta que o governador Ricardo Coutinho (PSB) vai disputar o mandato de senador este ano.

Ao falar sobre a possibilidade do socialista disputar um cargo eletivo nas eleições deste ano,  na Rádio 101.1 FM, o deputado afirmou que RC tem chances reais de ser eleito senador, e por isso, dificilmente, deixará de disputar o cargo para permanecer no governo.

Eu acredito cegamente que ele sai do governo, não tem outra alternativa para ele. Se ele permanecer no governo, pode deixar de disputar uma eleição, porque ele tem chances reais de se eleger senador, e não conseguir eleger o seu sucessor. Ele está dando sinais  evidentes, está convocando e marcando todas as inaugurações até março. Para que tanta pressa? Porque, provavelmente, vai deixar o governo e quer mostrar as suas realizações antes de se afastar do Palácio da Redenção – falou Gadelha.

PB Agora

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Passageira de ônibus com 11 vítimas relembra acidente: 'Só ouvi gritos' Ônibus seguia de Guarulhos, em SP, para Catolé do Rocha, na Paraíba. Caminhão que seguia do Recife para Franca invadiu a contramã

Na sexta-feira (12), às 4h, a vendedora Ênia Maria da Silva e a família saíram de Guarulhos, em São
Paulo, para Catolé do Rocha, na Paraíba. Ela queria encontrar o pai, que não vê há cinco anos. Na madrugada de sábado, quando ainda faltavam quase 1,5 mil quilômetros para o destino final, um grave acidente interrompeu a viagem. “Só ouvi os gritos, tava tudo escuro alguém caiu em cima de mim. Muito vidro”, conta a vendedora.
No ônibus em que Ênia viajava, 11 pessoas morreram. Sete eram de Catolé do Rocha. O  acidente foi na BR-251, entre as cidades de Grão Mogol e Salinas, no norte de Minas Gerais um caminhão que seguia do Recife para Franca, São Paulo, invadiu a contramão e bateu na lateral de um ônibus. Em seguida, atingiu uma carreta que transportava cadernos. Essa carreta tombou e pegou fogo. O motorista de uma van que vinha atrás desviou para a contramão, tombou e bateu numa segunda carreta. O primeiro caminhão ainda virou na pista e bateu de frente com o ônibus que ia para a Paraíba. O caminhão transportava outro veículo, que virou em cima do ônibus, provocando a maioria das mortes.

http://g1.globo.com/

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Loteamento Sonhos do Brejo, Arara-PVB


Acidente entre carros deixa criança morta na BR-230 próximo à entrada de Ingá, PB

2532_hospital_trauma_campinagrande.jpg
Uma criança de 9 anos morreu e outras cinco pessoas ficaram feridas em um acidente ocorrido na noite deste domingo (14), entre dois carros, na BR-230. A colisão aconteceu em um retorno próximo à entrada do município de Ingá, no Agreste paraibano.
De acordo com as informações do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, a criança estava no carro com a mãe, o irmão de 14 anos e outra mulher que estaria dirigindo o veículo. O acidente ocorreu quando a motorista tentou fazer o retorno e bateu na lateral de outro carro, onde duas vítimas ficaram feridas.
A criança morreu no local do acidente e as outras três vítimas que estavam no mesmo carro que ela foram levadas para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. A mãe da criança passou por cirurgia e está internada. O irmão de 14 anos sofreu uma fratura e está a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) infantil. Já a mulher que estaria dirigindo o carro foi atendida e recebeu alta.
No outro carro, duas pessoas ficaram feridas e foram socorridas para Clínica Santa Clara, no bairro Prata, em Campina Grande. Até 7h30 (horário local) desta segunda-feira (15) a clínica informou que não tinha nenhum boletim atualizado sobre o estado de saúde das vítimas.
Redação com informações do G1PB e Eduardo Figueiredo

Ricardo anuncia entrega de 104 obras até março, com investimento de R$ 406 milhões

15/01/2018

O governador Ricardo Coutinho anunciou, nesta segunda-feira (15), um pacote de 104 obras que serão entregues até o mês de março deste ano, incluindo o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, somando R$ 406 milhões de investimento. Entre as obras estão escolas, adutoras, barragens, hospitais e estradas. O anúncio foi feito durante o programa Fala Governador, transmitido em cadeia estadual pela Rádio Tabajara.
“Estamos conseguindo fazer mais com menos. Apesar deste momento prolongado de crise econômica no país, a Paraíba mantém o ritmo de obras e permanece com pagamento tudo em dia. Já começamos o ano com este pacote importante de obras que serão entregues ao povo da Paraíba, no primeiro trimestre do ano”, comentou Ricardo Coutinho.

O governador destacou que serão entregues mais de R$ 114 milhões em estradas, entre pavimentações, restaurações e regularizações de rodovias. Entre as obras estão: a pavimentação da PB 048: Pilar/ Juripiranga e da PB 221: São João do Tigre/ Camalaú neste mês de janeiro; Restauração da PB 018: Entroncamento BR 101/ Conde/ Jacumã, Pavimentação da Avenida Jair Cunha Cavalcante em fevereiro; Pavimentação da PB 138: Catolé de Boa Vista/ Boa Vista, Pavimentação da PB 186: Caraúbas/ São Domingos do Cariri, Pavimentação da Perimetral Sul e outras obras para serem entregues em março.
Ainda de acordo com o governador, serão inauguradas cerca de 40 obras (R$ 187 milhões) de responsabilidade da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan), em áreas como educação, saúde e infraestrutura. Entre elas, estão o Hospital Metropolitano; a recuperação do Aeródromo de Itaporanga e de Sousa; conclusão do Parque Linear Parahyba (2ª etapa); Entrega de três Escolas Técnicas (Campina Grande, Patos e Serra Branca); Reforma da Escola Félix Araújo, em Campina Grande; reforma do Teatro Íracles Pires, em Cajazeiras; conclusão da reforma da Funad, em João Pessoa, entre outras obras.
O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, representa mais de R$ 110 milhões de investimento, sendo R$ 70 milhões (estrutura) e cerca de R$ 40 milhões (equipamentos), sendo a maior obra que será entregue até março. “É um Hospital que vai ser referência em cardiologia e neurologia e que vai fazer a diferença na vida dos paraibanos. Será um avanço extraordinário para a saúde”, frisou o governador.
Neste primeiro trimestre de 2018, também serão entregues diversas obras que vão trazer segurança hídrica para as populações de várias cidades paraibanas. As adutoras de Diamante/Boa Ventura, de Jericó/Mato Grosso, de Pilões/Areia, a Rede de Distribuição de Assunção e o Esgotamento de Santa Rita, Cabedelo e Alhandra estão entre as obras realizadas pela Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), que serão inauguradas até março.
Ainda na área de recursos hídricos, o Governo do Estado vai inaugurar, durante o primeiro trimestre, a Barragem Riacho Fundo, em Tenório, a Barragem Coronel Jueca, em Desterro, a Barragem Cacimbinha, em São Vicente do Seridó, o abastecimento de Santo André, a adutora Sucuru, em Sumé, entre outras.
As obras serão entregues por todas as regiões do Estado, somente a cidade de Campina Grande, por exemplo, vai receber uma Escola Técnica, a conclusão da estrada PB-138, a pavimentação do acesso ao Cidade Madura, a entrega da Escola Estadual Irmã Joaquina, entre outras obras.
“Esse é o ritmo da Paraíba e do Governo do Estado, que trabalha para melhorar a vida da população. Nosso Estado tem pressa em caminhar para frente”, ressaltou o governador Ricardo Coutinho. 
Bananeiras Online com Assessoria

sábado, 13 de janeiro de 2018

Acidente com vários veículos deixa mortos e feridos

13/01/2018

 Pelo menos 30 pessoas ficaram feridas e quatro morreram em um grave acidente envolvendo vários veículos na BR-251, em Grão Mogol, em Minas Gerais, na manhã deste sábado (13).
Segundo o Corpo de Bombeiros, seis pessoas estão em estado grave e 18 sofreram ferimentos leves. O acidente envolveu um carro de passeio, um micrô-onibus, duas vans e uma carreta carregada de cadernos, que pegou fogo, cita o ‘G1‘. As causas do acidente serão investigadas.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a rodovia está interditada nos dois sentidos e não há previsão para liberação. Ambulâncias do Samu de cidades da região se deslocaram para o local do acidente. Um helicóptero da Polícia Militar também está auxiliando no socorro às vítimas.
Notícias ao Minuto

Gervásio ratifica nome de Veneziano para tentar vaga no Senado na chapa do PSB

Gervásio ratifica nome de Veneziano para tentar vaga no Senado na chapa do PSB
O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Gervásio Maia (PSB), afirmou que o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (MDB) tem sim capacidade de pleitear vaga no Senado. De acordo com Gervásio, Vené tem representatividade forte não apenas em Campina Grande, onde já foi prefeito, mas em toda a Paraíba.
O chefe do Legislativo estadual declarou que Veneziano é um nome de peso e forte e pela sua experiência tem curríiculo para buscar 'novos voos'. "Vai depender de uma série de fatores inclusive do próprio projeto dele. Mas se me perguntarem se ele tem capacidade para dar voos maiores eu preciso dizer que sim, foi prefeito de Campina Grande, é deputado federal, exerceu na atividade política tarefas de relevância", afirmou Gervásio.
O deputado disse ainda que o emedebista ter foça inclusive para buscar a vaga no Senado na chapa do PSB. "Tem força pra ser deputado federal e tem força pra ser senador", garantiu o presidente da ALPB.

PB Agora

João Azevedo lidera disputa para Governo do Estado, diz pesquisa

Pesquisa foi realizada entre os dia 05 e 08 de dezembro de 2017 e entrevistou 1500 pessoas

O secretário João Azevêdo, do PSB, aparece liderando uma pesquisa de intenção de votos, realizada pelo Instituto Estatístico de Pesquisa Social – IEPES.
Na pesquisa espontânea o socialista saiu na dianteira, com 16,2%, seguido do governador Ricardo Coutinho, com 9,2% e do senador José Maranhão (PMDB), que aparece com 8%.
Na aferição estimulada, que é aquela em que os nomes dos pré-candidatos são citados, João Azevêdo também figura como primeiro colocado, com 23, 2%, seguido do senador Maranhão, com 20,3%.
O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD) aparece com 9,4%.
A pesquisa foi realizada na 4ª Região Geoadministrativa do Estado da Paraíba, que corresponde ao Curimataú paraibano. Só em Cubati mais de 73% declararam que votarão no candidato do Governo.
A amostra engloba os municípios de Baraúna, Barra de Santa Rosa, Cubati, Cuité, Damião, Frei Martinho, Nova Floresta, Nova Palmeira, Pedra Lavrada, Picuí, Seridó e Sossego.
A pesquisa foi realizada entre os dia 05 e 08 de dezembro de 2017 e entrevistou 1500 pessoas. O intervalo de confiança é estimado em 95%, já a margem de erro é de 2,5% para mais ou para menos.

TCE-PB recomenda que prefeitos não afetem obrigações financeiras com festividades

TCE-PB recomenda que prefeitos não afetem obrigações financeiras com festividades
Os prefeitos paraibanos devem adequar os gastos públicos com festividades a cronogramas mensais de desembolso a fim de não comprometerem o pagamento de salários nem obrigações financeiras atinentes, entre outras, à educação, saúde, previdência e fornecedores.
A recomendação está no ofício circular nº 01/18 expedido, nesta sexta-feira (12), a cada prefeito municipal pelo presidente do Tribunal de Contas da Paraíba, conselheiro André Carlo Torres Pontes.
O mesmo documento adverte a todos quanto aos prazos de informação ao TCE sobre essas despesas, na forma e conteúdo descritos em três Resoluções Normativas da Corte, a primeira de 2009, a segunda de 2013 e a última de 2015, matérias, portanto, de pleno conhecimento das Prefeituras.
Com data de 18 de fevereiro de 2009, a primeira dessas Resoluções dispõe sobre a regulamentação dos procedimentos a serem adotados para a contratação de bandas, grupos musicais, profissionais ou empresas do setor artístico.
A RN 01/2013, publicada em 05 de março do respectivo exercício, trata de documentos relacionados a esses gastos (demonstrativos de despesas com data, valor e credor de todos os empenhos, convênios, parcerias, contratos, concessões ou patrocínios) e, ainda, de suas remessas ao exame do TCE “no prazo de até 30 dias contados do último dia do mês da festividade”.

Ascom/TCE-PB

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Menor mata irmão com facada no coração durante briga, no Brejo

Menor mata irmão com facada no coração durante briga, no Brejo
Um jovem foi morto pelo próprio irmão com uma facada no coração na cidade de Borborema, no Brejo paraibano.
De acordo com informações policiais, os dois irmãos, de 17 e 19 anos teriam começado uma briga após o mais velho tentar agredir a irmã, que é menor de idade. O irmão mais novo interveio e começaram as agressões entre os dois.
No meio da briga o menor de idade acabou pegando uma faca e golpeando o irmão no coração, que não resistiu e morreu antes de receber atendimento médico.
O adolescente foi apreendido e levado para a Delegacia de Polícia Civil.
PB Agora

Câmara mantém, por 223 votos a 209, criação do fundo eleitoral

Resultado de imagem para CÂMARA DO DEPUTADOSPor Raphael Di Cunto | Valor
 
BRASÍLIA  -  A Câmara dos Deputados aprovou, por 223 votos a 209, a criação de um fundo eleitoral com dinheiro público que pode somar pelo menos R$ 1,7 bilhão na eleição de 2018. A votação da proposta, que consta de projeto aprovado pelo Senado e será encaminhada à sanção presidencial, causou polêmica no plenário.
A primeira votação ocorreu de forma simbólica, após manobra dos defensores do fundo para que não houvesse registro nominal de como cada deputado votou. Após muita pressão e bate-boca, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), aceitou que a votação de destaque do PHS para excluir o fundo da proposta fosse nominal.
PT e PMDB se uniram a favor da proposta, apoiada também por PP, DEM, PSD, PDT, PTB, SD, Podemos e PSC. Votaram contra a criação do fundo PR, PRB, PSB, Rede, Psol, PPS, PEN e PV. Dividido, o PSDB liberou sua bancada, evitando se posicionar - mas, dos 38 tucanos que votaram, 30 foram pela exclusão do fundo da proposta.
O fundo será composto por 30% das emendas impositivas de bancada, gastas com obras de infraestrutura e repasses para Estados e municípios, e com o fim da propaganda partidária em rádio e TV no ano da eleição -- a propaganda eleitoral continua existindo. O valor será de, pelo menos, R$ 1,7 bilhão, apesar do déficit primário de R$ 159 bilhões em 2018.
Líder do Psol, o deputado Glauber Braga (RJ) afirmou que, historicamente, o partido é favorável ao financiamento público de campanhas, para reduzir a influência do poder econômico nas eleições, mas que não concordava com uma proposta construída pelo presidente do PMDB, senador Romero Jucá (RR), para evitar a renovação após a Lava-Jato. "Essa proposta é injeção de gasolina no PMDB e no projeto governista", criticou.
Resultado de imagem para CÂMARA DO DEPUTADOSO deputado Celso Pansera (PMDB-RJ) rebateu que guardará a lista nominal das votações para comparar com a prestação de contas dos parlamentares. "Voltarei aqui depois da eleição e verei quem aqui fez discurso contra, mas pegou dinheiro do fundo", afirmou. "Eu não me escondo. Acho o fundo mais do que necessário porque não podemos pegar doações de pessoas jurídicas e eu não tenho condições de pagar a minha campanha", disse.
O dinheiro, pela proposta do Senado, beneficiará os maiores partidos, PT, PMDB e PSDB, com fatias bem maiores que as das demais legendas. A distribuição será: 49% de acordo com os votos para a Câmara em 2014; 34% pelo número de atuais deputados federais; 15% distribuído pelo número de senadores; e 2% igualitariamente entre todos os partidos.
PP, PR e PSD, entre outros, protestaram e conseguiram a promessa de que Temer vetará esta distribuição. O texto sancionado seria outro, do projeto do deputado Vicente Cândido (PT-SP), que faz dezenas de modificações na legislação eleitoral, além de mudar a distribuição do fundo: 48% de acordo com as bancadas eleitas; 35% pelo percentual de votos para a Câmara na eleição anterior; 15% pelos senadores eleitos; 2% igualmente entre todos os partidos.
Os deputados seguem votando esse projeto do petista, que ainda precisa passar pelo Senado Federal antes de seguir para sanção.
Confira aqui como votou cada deputado sobre o fundo eleitoral.
(Raphael Di Cunto | Valor)

Presidente da Casa em exercício: 
Rodrigo Maia - DEM /RJ
Presidiram a Sessão: 
Rodrigo Maia - 19:35
Carlos Manato - 20:52
Rodrigo Maia - 21:01
Carlos Manato - 23:16
Rodrigo Maia - 23:22

Orientação
PMDB: Sim
PT: Sim
PpAvante: Sim
PSDB: Liberado
PSD: Sim
PR: Não
PSB: Não
DEM: Sim
PtbProsPsl: Sim
PRB: Não
PDT: Sim
Podemos: Sim
Solidaried: Sim
PCdoB: Sim
PSC: Sim
PPS: Não
PHS: Não
PV: Não
PSOL: Não
Repr.REDE: Não
Repr.PEN: Não
Minoria: Sim

Parlamentar UF Voto
Avante
Adalberto Cavalcanti PE Sim
Cabo Daciolo RJ Não
Luis Tibé MG Sim
Rosinha da Adefal AL Não
Silvio Costa PE Sim
Total Avante: 5   
DEM
Abel Mesquita Jr. RR Sim
Alan Rick AC Não
Alberto Fraga DF Sim
Alexandre Leite SP Sim
Carlos Melles MG Sim
Claudio Cajado BA Sim
Efraim Filho PB Sim
Eli Corrêa Filho SP Sim
Elmar Nascimento BA Sim
Felipe Maia RN Sim
Francisco Floriano RJ Sim
Hélio Leite PA Sim
Jorge Tadeu Mudalen SP Sim
José Carlos Aleluia BA Sim
Juscelino Filho MA Sim
Mandetta MS Sim
Marcelo Aguiar SP Sim
Marcos Rogério RO Não
Marcos Soares RJ Sim
Norma Ayub ES Não
Onyx Lorenzoni RS Não
Osmar Bertoldi PR Sim
Pauderney Avelino AM Sim
Paulo Azi BA Sim
Professora Dorinha Seabra Rezende TO Sim
Rodrigo Maia RJ Art. 17
Sóstenes Cavalcante RJ Sim
Total DEM: 27   
PCdoB
Alice Portugal BA Sim
Assis Melo RS Sim
Chico Lopes CE Sim
Daniel Almeida BA Sim
Davidson Magalhães BA Sim
Jandira Feghali RJ Sim
Jô Moraes MG Sim
Luciana Santos PE Sim
Moisés Diniz AC Sim
Orlando Silva SP Sim
Professora Marcivania AP Sim
Rubens Pereira Júnior MA Sim
Total PCdoB: 12   
PDT
Afonso Motta RS Não
André Figueiredo CE Sim
Ariosto Holanda CE Não
Assis do Couto PR Sim
Carlos Eduardo Cadoca PE Sim
Dagoberto Nogueira MS Sim
Damião Feliciano PB Sim
Deoclides Macedo MA Sim
Félix Mendonça Júnior BA Sim
Flávia Morais GO Sim
Leônidas Cristino CE Abstenção
Mário Heringer MG Sim
Pompeo de Mattos RS Não
Roberto Góes AP Sim
Ronaldo Lessa AL Sim
Subtenente Gonzaga MG Não
Vicente Arruda CE Sim
Weverton Rocha MA Sim
Wolney Queiroz PE Sim
Total PDT: 19   
PEN
Erivelton Santana BA Não
Junior Marreca MA Não
Walney Rocha RJ Não
Total PEN: 3   
PHS
Carlos Andrade RR Não
Diego Garcia PR Não
Dr. Jorge Silva ES Não
Givaldo Carimbão AL Não
Marcelo Aro MG Não
Marcelo Matos RJ Sim
Pastor Eurico PE Não
Total PHS: 7   
PMDB
Alberto Filho MA Sim
Alceu Moreira RS Não
Alexandre Serfiotis RJ Não
Altineu Côrtes RJ Sim
André Amaral PB Não
Aníbal Gomes CE Sim
Cabuçu Borges AP Sim
Carlos Marun MS Sim
Celso Jacob RJ Sim
Celso Maldaner SC Não
Celso Pansera RJ Sim
Daniel Vilela GO Não
Dulce Miranda TO Não
Flaviano Melo AC Sim
Hildo Rocha MA Sim
Hugo Motta PB Sim
Jarbas Vasconcelos PE Não
Jéssica Sales AC Não
João Arruda PR Sim
Jones Martins RS Não
José Fogaça RS Não
Josi Nunes TO Não
Laura Carneiro RJ Sim
Lelo Coimbra ES Sim
Leonardo Quintão MG Sim
Lucio Mosquini RO Não
Lucio Vieira Lima BA Sim
Marcelo Castro PI Sim
Marco Antônio Cabral RJ Sim
Marinha Raupp RO Não
Mauro Lopes MG Sim
Mauro Mariani SC Não
Mauro Pereira RS Não
Osmar Serraglio PR Sim
Pedro Chaves GO Sim
Rodrigo Pacheco MG Não
Rogério Peninha Mendonça SC Não
Rogério Silva MT Não
Ronaldo Benedet SC Não
Saraiva Felipe MG Sim
Sergio Souza PR Não
Simone Morgado PA Sim
Soraya Santos RJ Sim
Valdir Colatto SC Não
Veneziano Vital do Rêgo PB Não
Vitor Valim CE Não
Wilson Beserra RJ Sim
Zé Augusto Nalin RJ Sim
Total PMDB: 48   
Podemos
Ademir Camilo MG Sim
Alexandre Baldy GO Sim
Antônio Jácome RN Sim
Bacelar BA Sim
Carlos Henrique Gaguim TO Sim
Cícero Almeida AL Não
Dr. Sinval Malheiros SP Não
Ezequiel Teixeira RJ Não
Jozi Araújo AP Sim
Luiz Carlos Ramos RJ Não
Marcos Medrado BA Sim
Renata Abreu SP Sim
Ricardo Teobaldo PE Sim
Sergio Zveiter RJ Não
Silas Freire PI Não
Total Podemos: 15   
PP
Afonso Hamm RS Não
Aguinaldo Ribeiro PB Sim
André Abdon AP Sim
André Fufuca MA Sim
Arthur Lira AL Sim
Beto Rosado RN Sim
Beto Salame PA Sim
Cacá Leão BA Sim
Conceição Sampaio AM Não
Dilceu Sperafico PR Sim
Dimas Fabiano MG Sim
Eduardo da Fonte PE Sim
Esperidião Amin SC Não
Ezequiel Fonseca MT Sim
Fausto Pinato SP Sim
Fernando Monteiro PE Sim
Franklin MG Sim
Guilherme Mussi SP Sim
Hiran Gonçalves RR Sim
Iracema Portella PI Sim
Jerônimo Goergen RS Não
Jorge Boeira SC Não
Julio Lopes RJ Sim
Lázaro Botelho TO Sim
Luis Carlos Heinze RS Não
Luiz Fernando Faria MG Sim
Maia Filho PI Sim
Nelson Meurer PR Sim
Renato Andrade MG Sim
Renato Molling RS Sim
Renzo Braz MG Não
Ricardo Izar SP Sim
Roberto Balestra GO Não
Roberto Britto BA Sim
Ronaldo Carletto BA Sim
Rôney Nemer DF Sim
Simão Sessim RJ Sim
Toninho Pinheiro MG Não
Total PP: 38   
PPS
Alex Manente SP Não
Arthur Oliveira Maia BA Sim
Carmen Zanotto SC Não
Marcos Abrão GO Não
Pollyana Gama SP Não
Roberto Freire SP Não
Rubens Bueno PR Não
Total PPS: 7   
PR
Adelson Barreto SE Não
Aelton Freitas MG Sim
Alexandre Valle RJ Não
Alfredo Nascimento AM Não
Bilac Pinto MG Não
Cajar Nardes RS Sim
Capitão Augusto SP Não
Christiane de Souza Yared PR Não
Delegado Edson Moreira MG Sim
Delegado Waldir GO Não
Giacobo PR Não
Giovani Cherini RS Não
Gorete Pereira CE Não
João Carlos Bacelar BA Sim
Jorginho Mello SC Não
José Carlos Araújo BA Sim
Laerte Bessa DF Não
Lúcio Vale PA Não
Luiz Cláudio RO Não
Luiz Nishimori PR Não
Magda Mofatto GO Não
Marcelo Álvaro Antônio MG Não
Marcelo Delaroli RJ Não
Marcio Alvino SP Não
Miguel Lombardi SP Não
Milton Monti SP Não
Paulo Feijó RJ Não
Tiririca SP Não
Vicentinho Júnior TO Sim
Vinicius Gurgel AP Sim
Wellington Roberto PB Não
Zenaide Maia RN Não
Total PR: 32   
PRB
Antonio Bulhões SP Não
Beto Mansur SP Não
Carlos Gomes RS Não
Celso Russomanno SP Não
César Halum TO Não
Dejorge Patrício RJ Não
João Campos GO Não
Lincoln Portela MG Não
Lindomar Garçon RO Não
Roberto Alves SP Não
Ronaldo Martins CE Não
Rosangela Gomes RJ Não
Sérgio Reis SP Não
Vinicius Carvalho SP Não
Total PRB: 14   
PROS
Eros Biondini MG Não
Felipe Bornier RJ Não
Ronaldo Fonseca DF Não
Toninho Wandscheer PR Não
Vaidon Oliveira CE Não
Weliton Prado MG Não
Total PROS: 6   
PRP
Nivaldo Albuquerque AL Sim
Total PRP: 1   
PSB
Adilton Sachetti MT Não
Átila Lira PI Não
Bebeto BA Sim
César Messias AC Não
Danilo Cabral PE Não
Danilo Forte CE Sim
Fabio Garcia MT Não
Flavinho SP Não
George Hilton MG Não
Gonzaga Patriota PE Não
Heráclito Fortes PI Não
Hugo Leal RJ Não
Janete Capiberibe AP Não
João Fernando Coutinho PE Sim
José Reinaldo MA Sim
Jose Stédile RS Não
Júlio Delgado MG Não
Leopoldo Meyer PR Não
Luana Costa MA Não
Luiz Lauro Filho SP Não
Maria Helena RR Sim
Marinaldo Rosendo PE Sim
Odorico Monteiro CE Sim
Paulo Foletto ES Não
Rafael Motta RN Não
Rodrigo Martins PI Não
Tadeu Alencar PE Não
Tenente Lúcio MG Não
Tereza Cristina MS Não
Valadares Filho SE Não
Total PSB: 30   
PSC
Andre Moura SE Sim
Arolde de Oliveira RJ Não
Eduardo Bolsonaro SP Não
Gilberto Nascimento SP Abstenção
Jair Bolsonaro RJ Não
Júlia Marinho PA Não
Pr. Marco Feliciano SP Não
Professor Victório Galli MT Sim
Takayama PR Não
Total PSC: 9   
PSD
André de Paula PE Sim
Antonio Brito BA Sim
Carlos Souza AM Não
Delegado Éder Mauro PA Não
Diego Andrade MG Sim
Domingos Neto CE Sim
Edmar Arruda PR Sim
Expedito Netto RO Não
Fábio Mitidieri SE Sim
Fernando Torres BA Não
Herculano Passos SP Sim
Heuler Cruvinel GO Não
Irajá Abreu TO Não
Jaime Martins MG Não
João Paulo Kleinübing SC Não
João Rodrigues SC Não
Joaquim Passarinho PA Não
José Nunes BA Sim
Júlio Cesar PI Sim
Marcos Montes MG Sim
Marcos Reategui AP Sim
Paulo Magalhães BA Sim
Raquel Muniz MG Sim
Reinhold Stephanes PR Sim
Rômulo Gouveia PB Sim
Sandro Alex PR Não
Sérgio Brito BA Sim
Stefano Aguiar MG Não
Thiago Peixoto GO Sim
Victor Mendes MA Sim
Walter Ihoshi SP Sim
Total PSD: 31   
PSDB
Betinho Gomes PE Sim
Carlos Sampaio SP Não
Célio Silveira GO Não
Daniel Coelho PE Não
Domingos Sávio MG Não
Eduardo Barbosa MG Não
Eduardo Cury SP Não
Elizeu Dionizio MS Não
Fábio Sousa GO Não
Geovania de Sá SC Não
Geraldo Resende MS Não
Giuseppe Vecci GO Sim
Guilherme Coelho PE Não
Izalci Lucas DF Não
Izaque Silva SP Não
João Gualberto BA Não
João Paulo Papa SP Não
Jutahy Junior BA Sim
Lobbe Neto SP Não
Luiz Carlos Hauly PR Não
Marcus Pestana MG Sim
Mariana Carvalho RO Não
Miguel Haddad SP Não
Nelson Padovani PR Não
Nilson Pinto PA Não
Otavio Leite RJ Não
Paulo Abi-Ackel MG Sim
Pedro Cunha Lima PB Não
Pedro Vilela AL Não
Raimundo Gomes de Matos CE Não
Rocha AC Não
Rodrigo de Castro MG Sim
Rogério Marinho RN Sim
Shéridan RR Não
Silvio Torres SP Sim
Vanderlei Macris SP Não
Vitor Lippi SP Não
Yeda Crusius RS Não
Total PSDB: 38   
PSL
Alfredo Kaefer PR Não
Dâmina Pereira MG Não
Total PSL: 2   
PSOL
Chico Alencar RJ Não
Edmilson Rodrigues PA Não
Glauber Braga RJ Não
Ivan Valente SP Não
Jean Wyllys RJ Não
Luiza Erundina SP Não
Total PSOL: 6   
PT
Adelmo Carneiro Leão MG Sim
Afonso Florence BA Sim
Andres Sanchez SP Abstenção
Angelim AC Sim
Arlindo Chinaglia SP Sim
Assis Carvalho PI Sim
Benedita da Silva RJ Sim
Beto Faro PA Sim
Bohn Gass RS Sim
Caetano BA Sim
Carlos Zarattini SP Sim
Chico D´Angelo RJ Sim
Décio Lima SC Sim
Enio Verri PR Sim
Erika Kokay DF Sim
Gabriel Guimarães MG Sim
Givaldo Vieira ES Sim
Helder Salomão ES Sim
Henrique Fontana RS Sim
João Daniel SE Sim
Jorge Solla BA Sim
José Guimarães CE Sim
Leo de Brito AC Sim
Leonardo Monteiro MG Sim
Luiz Couto PB Sim
Luiz Sérgio RJ Sim
Marcon RS Sim
Margarida Salomão MG Sim
Maria do Rosário RS Sim
Nelson Pellegrino BA Sim
Nilto Tatto SP Sim
Padre João MG Sim
Patrus Ananias MG Sim
Paulão AL Sim
Paulo Pimenta RS Sim
Paulo Teixeira SP Sim
Pedro Uczai SC Sim
Pepe Vargas RS Sim
Reginaldo Lopes MG Sim
Rubens Otoni GO Sim
Ságuas Moraes MT Sim
Valmir Assunção BA Sim
Valmir Prascidelli SP Sim
Vander Loubet MS Sim
Vicente Candido SP Sim
Vicentinho SP Sim
Wadih Damous RJ Sim
Waldenor Pereira BA Sim
Zé Carlos MA Sim
Zé Geraldo PA Sim
Zeca Dirceu PR Sim
Zeca do Pt MS Sim
Total PT: 52   
PTB
Alex Canziani PR Não
Benito Gama BA Sim
Cristiane Brasil RJ Sim
Deley RJ Não
Jorge Côrte Real PE Sim
Josué Bengtson PA Não
Jovair Arantes GO Sim
Nilton Capixaba RO Sim
Paes Landim PI Sim
Pedro Fernandes MA Não
Sérgio Moraes RS Não
Wilson Filho PB Não
Zeca Cavalcanti PE Sim
Total PTB: 13   
PV
Evair Vieira de Melo ES Não
Evandro Gussi SP Não
Leandre PR Não
Roberto de Lucena SP Não
Uldurico Junior BA Não
Total PV: 5   
REDE
Alessandro Molon RJ Não
Aliel Machado PR Não
João Derly RS Não
Miro Teixeira RJ Não
Total REDE: 4   
Solidaried
Augusto Carvalho DF Não
Augusto Coutinho PE Sim
Aureo RJ Sim
Benjamin Maranhão PB Não
Carlos Manato ES Não
Delegado Francischini PR Não
Laercio Oliveira SE Não
Laudivio Carvalho MG Não
Major Olimpio SP Não
Paulo Pereira da Silva SP Sim
Wladimir Costa PA Sim
Zé Silva MG Sim
Total Solidaried: 12   


CENIN - Coordenação do Sistema Eletrônico de Votação

FONTE: http://www.valor.com.br